Gripe Canina: o que é, quais os sintomas e como prevenir

Você já ouviu falar em gripe canina? 

Muito comum durante o outono e o inverno, a gripe canina é uma doença que afeta as vias respiratórias dos cães. Também conhecida como tosse dos canis, a gripe canina se espalha muito rápido entre os cachorros, principalmente os que estão em hoteizinhos, canis, abrigos e creches. 

O que é?

Afinal, o que é a gripe canina? Trata-se de uma doença respiratória infecciosa causada pelo vírus influenza A. Comum durante as estações mais frias e períodos mais chuvosos, a gripe canina pode ser altamente contagiosa entre os cães.

Embora seja altamente contagiosa, a infecção causada pela gripe canina, em geral, é leve. Somente de 1 a 4% dos casos é fatal, e normalmente estão associados a animais filhotes, idosos ou com baixa imunidade. 

Como ocorre o contágio?

Para que o cão seja infectado é preciso ter contato com o vírus. Dentre as formas mais comuns de contágio estão:

  • convivência com animais infectados;
  • compartilhar o mesmo ambiente, como hoteizinhos, creches, abrigos, parques ou canis, com animais doentes;
  • dividir o mesmo bebedouro e comedouro, com um cão infectado.

O que vai determinar se o cachorro será ou não contaminado, é sua imunidade. Por isso que, em geral, os casos da gripe canina se agravam nos períodos mais frios, momento em que as defesas do organismo tendem a cair.

Lembramos que a gripe canina não afeta os humanos e que a doença não possui relação com o COVID-19.

Sintomas da gripe canina: 

Os sintomas da gripe canina são bem semelhantes aos dos humanos, dentre eles:

  • tosse;
  • espirros;
  • secreção nasal;
  • febre;
  • olhos lacrimejantes; 
  • perda do apetite;
  • cansaço;
  • dificuldades para respirar; 
  • respiração rápida.

Como sabemos o quanto uma gripe pode incomodar o recomendado é que o tratamento seja iniciado o mais rápido possível. 

Tratamento e prevenção:

Caso perceba que seu animal apresenta algum dos sintomas acima, leve-o direto ao médico veterinário. Somente ele poderá indicar o tratamento adequado para o seu animal, após uma consulta e a realização de alguns exames.

Assim como nós, algumas coisas podem ser feitas para que a recuperação seja mais rápida. Como, por exemplo, dar muita água ao cachorro e garantir uma alimentação mais saudável e balanceada.

A melhor forma de prevenção da gripe canina é a vacinação, por isso, é importante ficar atento ao cartão de vacina do seu pet.